Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

O PROCESSO DA DOENÇA NA CONSTRUÇAO DA AUTOIMAGEM E SEXUALIDADE DOS PORTADORES DE PSORIASE

Fundamentação/Introdução

A psoríase é uma doença imunoinflamatória, não contagiosa, caracterizada pela presença de lesões eritematodescamativas, que acomete cerca de 2% da população mundial. Por ser uma doença estigmatizante, os possíveis danos que ela causa na autoimagem do sujeito são justificáveis pelo fato da imagem corporal sofrer influências de sentimentos e de relações vivenciadas com o outro.

Objetivos

Estudar a relação entre a autoimagem, relações interpessoais e sexualidade em portadores de psoríase.

Delineamento e Métodos

Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa, desenvolvido em um centro de referência em psoríase com 7 sujeitos. Os dados foram coletados através de entrevista semiestruturada com roteiro prévio, gravados, transcritos e analisados pela técnica de Análise Categorial, para compreender os significados em relação à sexualidade de pessoas com psoríase. Foram definidas em três categorias: autopercepção da doença; impacto nas relações interpessoais; psoríase e sexualidade.

Resultados

A saúde mental dos acometidos deve ser avaliada devido a forma como eles lidam com a reação das pessoas em relação à doença e de como eles enxergam a doença, para traçar um plano de cuidado além do tratamento preconizado. A psoríase pode desenvolver uma representação negativa na imagem corporal e autoestima, provocando tristeza e angústia, na maioria das vezes baseada no preconceito, estigma e falta de conhecimento das pessoas sobre a doença, que resulta em diminuição do convívio social. Entretanto, foi observado que os que tiveram apoio dos familiares ou amigos, houve mais facilidade em lidar perante situações desconfortantes. A maioria das mulheres entrevistadas relatou preocupação com o corpo, tornando-se perceptível a influência da imagem corporal em relação à sexualidade, evitando a procura por um parceiro pelo medo da rejeição.

Conclusões/Considerações finais

A psoríase ultrapassa a dor e o incômodo gerados pelas lesões, causando repercussões em diversos aspectos da vida de seus portadores, por transformar o cotidiano do ser, podendo influenciar nos relacionamentos interpessoais e interferir no processo de sexualidade. Além disso, o conhecimento sobre a doença pelos portadores, familiares e amigos propicia um melhor relacionamento social, enfatizando a importância da educação em saúde. As implicações na sexualidade são inúmeras e com essa pesquisa conclui-se que esta doença impede que seus portadores vivenciem sua sexualidade de forma plena.

Palavras-chave

Psoríase; Saúde Mental; Autoimagem.

Área

Dermatologia

Instituições

Universidade Federal da Paraíba - Paraíba - Brasil

Autores

JOÃO VICTOR BEZERRA RAMOS, MARIA GABRIELA MEDEIROS CUNHA DE ARAUJO, LUCAS TAFFAREL FAUSTINO COSTA, VALÉRIA LEITE SOARES, ESTHER BASTOS PALITOT