Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

MASSA CARDIACA E ANEURISMA DE ARTERIA PULMONAR BILATERAL: APRESENTAÇAO RARA NA DOENÇA DE BEHÇET

Fundamentação/Introdução

A doença de Behçet é uma condição crônica rara caracterizada por uma vasculite multissistêmica e de etiologia desconhecida que envolve vasos de tamanhos variados. A principal característica da doença é o acometimento mucocutâneo e ocular. O acometimento cardíaco é considerado raro pela literatura e suas principais complicações incluem pericardite, endocardite, infarto do miocárdio, fibrose endomiocárdica, aneurisma miocárdico, trombose intracardiaca e massas inflamatórias. Já o acometimento vascular pode afetar até 40% dos portadores da doença, pode envolver ambas artérias e veias com predisposição a tromboses venosas superficiais e profundas. O acometimento arterial, mais raro que o venoso, costuma quando presente levar à formação de aneurismas, os quais tem predileção pela circulação pulmonar.

Objetivos

relatar caso de paciente com Doença de Behçet e massa cardíaca e aneurisma de artéria pulmonar bilateral.

Delineamento e Métodos

Homem de 26 anos, com história de febre diária há 6 meses da admissão e ecocardiograma evidenciando massa em ventrículo direito, o que levou ao internamento. Foi submetido a cirurgia cardíaca para remoção da massa e cujo resultado histopatológico foi infiltrado fibrinoleucocitário. Paciente evoluiu com ulcerações em saco escrotal, tromboflebite superficial e hemoptise de grande monta. Realizou tomografia de tórax com achado de aneurismas de artéria pulmonar e sinais de tromboembolismo pulmonar crônico. Paciente referia que tinha histórico de úlceras orais de repetição e o diagnóstico de Doença de Behçet foi feito.

Resultados

Iniciado tratamento imunossupressor com corticoterapia e ciclofosfamida, com boa evolução do quadro, regressão dos aneurismas de artéria pulmonar e sem recorrência da lesão cardíaca

Conclusões/Considerações finais

O acometimento cardíaco e vascular na Doença de Behçet é potencialmente grave e com prognóstico ruim. Assim, é importante considerar Doença de Behçet no diagnóstico diferencial de massas cardíacas e aneurismas de artéria pulmonar, uma vez que o atraso no tratamento adequado ou mesmo intervenções cirúrgicas inadvertidas poderiam aumentar morbidade e mortalidade.

Palavras-chave

Doença de Behçet; aneurisma de artéria pulmonar, massa cardíaca

Área

Clínica Médica Geral

Instituições

HOSPITAL DAS CLINICAS RECIFE - Pernambuco - Brasil

Autores

HELENA TEIXEIRA ARAUJO DA SILVA, Francisco Ambrósio de Assis Neto, Marcella Markman Almeida, Carolina Arruda Asfora, Pedro Alves da Cruz Gouveia, Norma Arteiro Filgueira