Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

GLOMEURULO ESCLEROSE SEGMENTAR FOCAL SECUNDARIO A CARCINOMA TIMICO TIPO B2 : RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

Os timomas são neoplasias incomuns que se desenvolvem a partir de células epiteliais do timo , e têm sido associado a um amplo espectro de doenças autoimunes.O desenvolvimento de glomerulopatias é reconhecida com uma consequência rara do Timoma e na maioria dos casos já relatados, a ocorrência de um timoma ocorreu primeiro e as glomerulopatias seguiu 1-15 anos após uma timectomia bem-sucedida ou tratamento médico.

Objetivos

Relatar caso de um paciente com glomeruloesclerose segmentar focal secundário a carcinoma tímico tipo B2

Delineamento e Métodos

Paciente, 46 anos, masculino, com queixa de artrite migratória intermitente , assimétrica acometendo tanto pequenas como grandes articulações acompanhado por febre não aferida e perda de peso de 10kg em 2 anos. Excluídas inicialmente causas reumatológicas, foi abordado a possibilidade de poliartralgia como manifestação paraneoplásica. Foi flagrado durante internamento alterações na bioquímica urinária como Albuminúria 1+, Hematúria glomerular , Rel. Alb/Creat aumentada e Proteinúria em 24H de 982mg. Realizado Tomografia de tórax com contraste, observou-se em mediastino anterior lesão expansiva heterogênea, com margens irregulares e focos de calcificação em permeio, medindo em conjunto 5,3 x 4,3 x 1,4 cm. Foi programado realizar biópsia guiada por USG da massa em mediastino anterior, procedimento ocorrendo sem intercorrências com Laudo Anátomo-patológico evidenciando Neoplasia pouco diferenciada de células pequenas e médias em arranjo difuso com Imunohistoquímica compatível com Carcinoma tímico. Desse modo ,posteriormente, foi realizada ressecção de tumor de mediastino com segmentectomia pulmonar direita, linfadenectomia e pericardiectomia.

Resultados

Em consultas ambulatoriais, mesmo após 1 ano do procedimento cirurgico, o paciente ainda apresentava sumário de urina com albuminúria, hematúria dismórfica e proteinúria sub-nefrótica , sendo realizado biópsia renal. A biópsia evidenciou achados compatíveis com GESF variante “NOS” - primária ou secundária e microscopia eletrônica achados ultraestruturais com alterações discretas, preservação dos pedicelos, que melhor configuram GESF secundária.

Conclusões/Considerações finais

É fundamental saber reconhecer a co-existência entre neoplasias tímicas e Glomeurulopatias, mesmo em suas formas menos comuns como GESF. Apesar da glomeruloesclerose segmentar focal secundário ao Timoma, a ressecção do tumor não foi suficiente para regressão da glomerulopatia, sendo fundamental identificar a lesão renal para o tratamento específico.

Palavras-chave

Timoma ; Glomeruloesclerose segmentar focal ; GESF ; Síndrome nefrótica.

Área

Clínica Médica Geral

Instituições

HOSPITAL DAS CLÍNICAS RECIFE - Pernambuco - Brasil

Autores

FRANCISCO AMBROSIO DE ASSIS NETO, Helena Teixeira Araujo SILVA, Julio Zoé Medeiros Brito, Davi Castro Barros, Denise Maria Nascimento Costa, Pedro Alves Cruz Gouveia