Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ASSOCIAÇAO ENTRE O SINAL DE FRANK E A DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA

Fundamentação/Introdução

O sinal de Frank há muitos anos, tem sido estudado e relacionado ao surgimento da doença arterial coronariana (DAC) a qual tem sido uma das maiores causas de morbimortalidade na população adulta no mundo, aumentado sua prevalência conforme avanço da idade e também ligada a outros diversos fatores de risco, tanto modificáveis como não modificáveis. Esse sinal foi descrito pela primeira vez no ano de 1973 pelo médico americano Sanders T. Frank, e tem sido estudado como potencial marcador da DAC. O sinal de Frank consiste em uma prega diagonal que se estende em 45° desde o trago, percorrendo o lobo da orelha para trás até o pavilhão auricular.

Objetivos

Evidenciar a associação existente entre o sinal de Frank e a doença arterial coronariana.

Delineamento e Métodos

Estudo desenvolvido através de revisão sistemática da literatura, com abordagem qualitativa.

Resultados

Evidencia que grande parte dos pacientes que possuíam sinal de Frank positivo eram portadores de DAC, e também, da presença de diversos fatores de risco atribuídos a eventos cardiovasculares, como: hipertensão arterial, diabetes, dislipidemia, tabagismo e idade avançada.

Conclusões/Considerações finais

O sinal de Frank mostrou possuir uma significante associação com a DAC, podendo ser um excelente marcador para diagnóstico precoce em pacientes com essa enfermidade, porém são necessários mais estudos robustos para elucidar essa relação.

Palavras-chave

Sinal de Frank; Doença Arterial Coronariana; DAC; Fatores de Risco; Coronariopatia.

Área

Cardiologia

Instituições

Faculdade de Medicina Nova Esperança - Paraíba - Brasil

Autores

LUIZ EDUARDO GONDIM SILVA, Breno Magno Gomes Pereira