Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANALISE DAS INTERNAÇOES URGENTES E ELETIVAS NO ESTADO DA PARAIBA E NO BRASIL EM MEIO A PANDEMIA DO COVID-19

Fundamentação/Introdução

A pandemia do COVID-19 trouxe desafios para a gestão em saúde, impactando as internações, principalmente eletivas, visto que a prioridade era evitar sobrecarga das unidades de saúde e exposição desnecessária ao risco de contaminação. Assim, a Agência Nacional de Saúde decidiu prorrogar os atendimentos que não sejam urgentes.

Objetivos

Este estudo se propõe a analisar o impacto da pandemia no número de internações de caráter eletivo e de urgência na Paraíba e no Brasil através da comparação do número de internações do período de janeiro a junho do ano de 2020 com os mesmos períodos de 2016 à 2019.

Delineamento e Métodos

Estudo descritivo, documental e transversal. As informações sobre internações por ano e mês de processamento de caráter eletivo e urgente na Paraíba e no Brasil entre 2016 e 2020 foram retiradas do Sistema de Informações Hospitalares (SIH) do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS) e submetidas à análise.

Resultados

No estado da Paraíba, para o período de janeiro a junho, os números totais de internações eletivas de 2016 à 2020, foram respectivamente: 12.118; 11.095; 12.558; 12.993; e 8.323. Em 2020 há uma redução em relação à 2019 de 4.670 internações eletivas ou 35,94%. Já a nível nacional, os números totais de internações eletivas entre os mesmos meses de 2016 à 2020 foram respectivamente de: 1.080.386; 1.047.883; 1.181.465; 1.233.137; e 852.690. Em relação ao ano de 2019, em 2020 houve uma redução de 380.447 internações eletivas (30,85%). Já quanto às internações em caráter de urgência na Paraíba no mesmo período, os números totais foram respectivamente de: 75.063; 76.988; 76.435; 77.308 e 60.272. Havendo uma redução de 17.036 (22,03%) internações urgentes em 2020, quando comparado ao ano anterior. No cenário nacional os números totais de internações em caráter de urgência no período analisado foi respectivamente de 4.546.403; 4.543.141; 4.652.299; 4.743.902; 4.255.327. Nota-se que no ano de 2020 houve uma redução de 488.575 (10,29%) internações urgentes se comparado ao ano anterior.

Conclusões/Considerações finais

Há uma redução no número de internações eletivas em 2020 tanto no âmbito estadual quanto federal. Esses dados podem indicar efetividade na organização do sistema de saúde para atendimento aos casos de COVID-19. A redução no número de internações urgentes, pode ser reflexo do isolamento social ou do medo de contaminação ao procurar atendimento. Estudos mais aprofundados são necessários para esclarecer as questões.

Palavras-chave

Internações, Urgência, Covid-19.

Área

Urgência e Emergência

Instituições

Famene - Paraíba - Brasil

Autores

RENAN BARACUHY CRUZ VIANA, Emilly Bruna Soares Rodrigues, Vitor Medeiros Delgado, Diego Medeiros Delgado, George Baracuhy Cruz Viana, Eduardo Walter Rabelo Dias Arruda