Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

O PAPEL DOS RECEPTORES INATOS NA IMUNOPATOGENESE DA COVID-19

Fundamentação/Introdução

O sistema imune inato responde ao patógeno sem uma exposição prévia a esse, pelo intermédio de seus receptores, com consequente produção de citocinas. Os receptores semelhantes a Toll (TLRs), os receptores semelhantes a RIG- I (RLRs) e os receptores semelhantes a NOD (NLRs) encontram-se ativados na COVID-19, e podem influenciar no desfecho clínico inflamatório dos pacientes.

Objetivos

Avaliar a participação dos receptores inatos, TLRs, RLRs e NLRs, na patogênese da COVID-19.

Delineamento e Métodos

Revisão bibliográfica com prospecção da informação para fins técnico-científicos na base eletrônica Pubmed, com os descritores “Sars-CoV-2”; “COVID-19” e “Receptors Pattern Recognition”, sendo selecionados os artigos de revisão relevantes para o tema.

Resultados

Os TLR-7 e TLR-8, reconhecem o RNA genômico de fita simples do SARS-CoV-2; enquanto o TLR-3 e o RLR MDA5, são capazes de reconhecer o RNA de fita dupla do vírus, um intermediário formado durante a replicação intracelular viral. Assim, esses receptores levam a ativação do fator nuclear kB, promovendo a expressão de genes que codificam mediadores de inflamação, como as citocinas TNF, IL-1β e IL-6, desencadeando a inflamação aguda e o estímulo da imunidade adaptativa. Ademais, há a ativação dos fatores regulatórios de interferon (IFN), IRF-3 e IRF-7, que induzem a secreção de IFN do tipo I, cuja função está relacionada à promoção do estado antiviral, sendo este importante para impedir a replicação do vírus e, consequentemente, sua propagação. Acerca dos NLRs, a atuação desses na fisiopatologia da COVID-19, relaciona-se à formação do inflamossomo, que ativa a pró-caspase pró-inflamatória 1, que cliva e, portanto, ativa pró-IL-1β e pró-IL-18; além de clivar o peptídeo gasdermina-D, que induz a morte celular por piroptose. Essas ativações contribuem com o estado hiperinflamatório da doença.

Conclusões/Considerações finais

Os receptores inatos têm um papel fundamental na imunopatologia da COVID-19, uma vez que são responsáveis por reconhecer padrões moleculares do SARS-CoV-2 e induzir as vias das respostas inflamatórias e antivirais, através da produção de citocinas. O favorecimento dessas rotas pode influenciar o desfecho clínico para o controle ou para a gravidade clínica evidenciada na COVID-19.

Palavras-chave

Receptores de Reconhecimento de Padrão; COVID-19; Imunidade Inata; Citocinas; Inflamação.

Área

Infectologia

Instituições

Universidade Federal da Paraíba - Paraíba - Brasil

Autores

GLAUCIELLE RAMALHO UCHOA, Pedro Henrique Lopes Ferreira Dantas, Brenda Fernandes, Waldecir Oliveira Araújo Júnior, Vanessa de Melo Cavalcanti Dantas, Joelma Rodrigues de Souza