Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

DESFECHO CLÍNICO FAVORÁVEL EM PACIENTE IDOSO COM TÉTANO GENERALIZADO

Fundamentação/Introdução

O tétano é uma patologia infecciosa, de caráter não contagioso, causada ​​pelo anaeróbio Clostridium tetani, produtor de exotoxinas que afetam o sistema nervoso central, provocando um estado de hiperexcitabilidade.O padrão clínico generalizado é a forma mais comum e grave da doença. Apesar de ter uma incidência baixa e ser facilmente prevenível por meio da vacinação, o tétano se torna um problema de saúde pública em virtude da elevada morbidade e mortalidade da patologia e dos altos custos do tratamento. Os idosos são as principais vítimas, com os maiores índices de infecção e de maus prognósticos.

Objetivos

Relatar caso de tétano generalizado em paciente idoso, tratado a nível hospitalar, com desfecho clínico favorável.

Delineamento e Métodos

Paciente, 62 anos, admitido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com história de cervicalgia de forte intensidade há aproximadamente 24 horas, associada a rigidez nucal e de membros, disfagia e trismo. Apresentava episódios de espasmos musculares generalizados involuntários aos estímulos. Possuía passado vacinal contra o tétano desconhecido. Sem relato de comorbidades ou uso crônico de qualquer medicamento. Ao exame, notava-se lesões ulceradas em membros inferiores.

Resultados

O diagnóstico de tétano acidental foi clínico-epidemiológico. Na internação foram realizados, vacina e soro antitetânico heterólogo, traqueostomia preventiva e suporte respiratório. Iniciou-se também, antibioticoterapia com penicilina G cristalina e sedação com midazolam e tiopental, além de limpeza do foco tetânico e desbridamento cirúrgico. O paciente teve acompanhamento diário da equipe médica, enfermagem, nutrição e fisioterapia, recebendo alta hospitalar após 32 dias na UTI e 15 dias na enfermaria

Conclusões/Considerações finais

Apesar do paciente apresentar fatores de mau prognóstico, como idade acima de 50 anos, curto período de progressão dos sintomas e espasmos generalizados, o rápido diagnóstico e o manejo clínico adequado do tétano na terapia intensiva foram essenciais para um bom desfecho do caso.

Palavras-chave

Tétano, Espasmos, Trismo.

Área

Infectologia

Instituições

UNIVERSIDADE POTIGUAR - Rio Grande do Norte - Brasil

Autores

ANA CAROLINA ADRIANO BORGES DERIO, JAILSON REGIS NOGUEIRA FILHO, GLAUBER DO VALLE DE MORAIS FEITOSA, WENDDY DE LIMA CAVALCANTI LACERDA, LILLIAN KAROLINE DE OLIVEIRA ROCHA, GABRIELLA ELVIRA DE MEDEIROS SILVA