Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

MORTALIDADE ASSOCIADA A OBESIDADE NO BRASIL NO PERIODO DE 1996 A 2016

Fundamentação/Introdução

A obesidade é uma doença crônica multifatorial que envolve fatores genéticos e comportamentais e está associada a diversas condições que contribuem significativamente para a redução da expectativa de vida e aumento da mortalidade

Objetivos

O propósito deste estudo foi determinar a taxa de mortalidade associada à obesidade no Brasil, no período de 20 anos (1996 a 2016) e identificar o perfil sociodemográfico dos indivíduos acometidos por este óbito.

Delineamento e Métodos

Estudo descritivo, retrospectivo e transversal que incluiu todos os casos notificados de mortes por obesidade no Brasil, registrados no Departamento de informática do sistema único de saúde (DATASUS). Foram analisadas as variáveis cor/raça, escolaridade, estado civil, gênero, faixa etária e região brasileira.

Resultados

Ocorreram 31.257 óbitos associados à obesidade, registrados no Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) do DATASUS, no período estudado. O maior número de mortes foi encontrado na região sudeste (15697 casos), enquanto a maior taxa de mortalidade foi registrada na região sul (1,18/100mil habitantes). O sexo feminino apresentou maior número de óbitos, quando comparado ao masculino, com destaque para o ano de 2015 (taxa de mortalidade de 1,63/100 mil habitantes). A faixa etária de 50 a 59 anos de idade foi a mais acometida por mortes, enquanto a maior taxa de mortalidade foi encontrada nos indivíduos maiores de 80 anos, no ano de 2016 (9,77 óbitos/100 mil habitantes). A população branca apresentou maior coeficiente de mortalidade no grupo da variável cor/raça, com destaque para o ano de 2015 (1,65 óbitos/100 mil habitantes). Não foi possível calcular a taxa de mortalidade para as variáveis estado civil e escolaridade.

Conclusões/Considerações finais

As maiores taxas de mortalidade no Brasil, no período de 1996 a 2016, foram observadas na região sul, no sexo feminino, em indivíduos com mais de 80 anos e na cor/raça branca.

Palavras-chave

Obesidade, mortalidade, doença crônica, perfil sociodemográfico.

Área

Endocrinologia

Instituições

Universidade do Estado da Bahia - Bahia - Brasil

Autores

BRUNA PEREIRA NEVES, ADRIANA MATTOS VIANA