Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ADEQUAÇAO LINGUISTICA E VALIDAÇAO DA VERSAO BRASILEIRA DO DERMATOLOGY LITE QUALITY INDEX

Fundamentação/Introdução

A psoríase é uma importante doença sistêmica cujo impacto na qualidade de vida é avaliado a fim de guiar a conduta clínica e monitorar a resposta terapêutica. Com esse intuito foi criado o Dermatology Lite Quality Index (DLQI), que posteriormente foi validado para o português brasileiro, porém sem considerar os desafios impostos pelas variações linguísticas e socioculturais brasileiras.

Objetivos

Este trabalho teve como objetivo realizar adaptações linguísticas na versão brasileira do DLQI, assim como, analisar se tais mudanças avaliam adequadamente à gravidade da doença em indivíduos com baixos níveis entendimento linguístico, comparativamente ao instrumento já validado.

Delineamento e Métodos

Tratou-se de uma pesquisa observacional, analítica e hipotético-dedutiva que consistiu na adaptação do DLQI para uma linguagem simplificada por meio da utilização de termos mais próximos ao contexto sociocultural de uma amostra populacional brasileira. A amostragem foi realizada por conveniência e incluía indivíduos adultos com diagnóstico firmado de psoríase acompanhados por um período de 30 dias no Centro de Referência, Apoio e Tratamento aos Portadores da Psoríase do Estado da Paraíba localizado no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW). As informações da versão adaptada (DLQI-r) e do DLQI foram obtidas de uma mesma amostra com um intervalo de aplicação de no mínimo 07 e de no máximo 30 dias. Os dados foram analisados por meio do software IBM SPSS 25.0 levando em consideração um p valor significativo inferior a 0,05. A consistência interna global e a correlação entre os questionários foram testadas através do alfa de Cronbach e do coeficiente de correlação de Spearman, respectivamente.

Resultados

Foram avaliados 41 pacientes com idade média de 47,6 anos (s=15,1 anos). Os questionários apresentaram alta consistência interna demonstrada pelo alfa de Cronbach = 0,900 para o DLQI-r e 0,902 para o DLQI, assim como uma correção linear satisfatória cujo coeficiente de spearman foi de 0,788 (p<0,01).

Conclusões/Considerações finais

A versão do DLQI-r demonstrou confiabilidade e validade ao aferir o impacto da psoríase na qualidade de vida de portadores com baixos níveis de escolaridade e de entendimento linguístico.

Palavras-chave

Psoríase; Qualidade de vida; Adequação linguística.

Área

Dermatologia

Instituições

Universidade Federal da Paraíba - Paraíba - Brasil

Autores

JESIMIEL LIMA PESSOA, Francisco James da Silva Vieira, Maria Claurênia Andrade Silveiro, Fábio Correia Sampaio, Esther Bastos Palilot