Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

IATROGENIA DE PROCEDIMENTO NO IDOSO: UM RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

A iatrogenia trata-se de uma alteração maléfica como causa direta ou indireta de intervenção. O conceito não está restrito à prescrição de medicamentos ou à realização de procedimentos, mas também a omissões na abordagem de problemas, que possam ser suprimidos ou minimizados com o uso de medicamentos ou intervenções. Não é exclusivo do médico, estando a iatrogenia relacionada a qualquer ação de um agente de saúde. Os desajustes em barroceptores podem evoluir com hipotensão ortostática e aumento do risco de quedas e fraturas. O uso excessivo de medicamentos para tratar vários sintomas concomitantes pode desencadear reações indesejáveis e muitas vezes graves.

Objetivos

Tem como objetivo mostrar a resposta nociva e não intencional do paciente idoso bem como sua propensão e sensibilidade a certos procedimentos diagnósticos de forma não intencional por parte dos profissionais de saúde.

Delineamento e Métodos

N.S.C.L., 86 anos, sexo masculino, autônomo e procedente de Natal-RN. Paciente comparece ao serviço com o auxílio do seu filho e de cadeira de rodas. O mesmo queixava-se de dificuldade para fazer transferências bancárias e não executava sozinho suas atividades de vida diária (AVD) como, tomar banho e vestir-se, necessitando de auxílio. Ademais, há 02 meses realizou colonoscopia como exame de rotina anual para rastreio, mesmo sem apresentar quaisquer sinais ou sintomas. Entretanto, dias antes da execução do mesmo, sofreu uma queda devido a um quadro de síncope. Durante o procedimento, apresentou perfuração intestinal, agravando seu quadro e gerando internação hospitalar por 32 dias.

Resultados

Durante o procedimento, apresentou perfuração intestinal, agravando seu quadro e gerando internação hospitalar por 32 dias.

Conclusões/Considerações finais

Trata-se de um caso que chama atenção sobre a verdadeira necessidade de procedimentos diagnósticos acerca do paciente geriátrico, a exemplo da colonoscopia que só é utilizada como método de rastreio até os 75 anos, e o paciente do caso tem 86 anos. Soma-se a isso que a vulnerabilidade do paciente idoso para ações iatrogênicas é maior, porém, muitas vezes são tratados frequentemente como qualquer outro paciente adulto, sem levar em consideração a singularidade do indivíduo e o processo de senescência e de senilidade. E nesse caso, a própria diverticulose pela fragilidade da parede abdominal, e a diminuição de baroreceptores arteriais – frutos da senescência – agravam o quadro do idoso.

Palavras-chave

Iatrogenia; Geriatria; Omissão.

Área

Geriatria

Instituições

Universidade Potiguar - Rio Grande do Norte - Brasil

Autores

EDUARDA TAIS BARROS DE LIMA, ALESSANDRA DE ANDRADE PIMENTEL, ANDRÉ MARQUES PAULINO DE ARAUJO, PAMELA KATHERINE NELSON CAMPERO, LUARA INGRID DANTAS FIRMINO, JOÃO PAULO SUASSUNA PEREIRA