Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

TUBERCULOSE COMO DIAGNOSTICO DIFERENCIAL DE ABSCESSO CERVICAL COM ACOMETIMENTO OSTEOARTICULAR: UM RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

Introdução: A tuberculose extra-pulmonar pode ser um diagnóstico muitas vezes retardado na prática clínica, não só pela enorme gama de diagnósticos diferenciais, mas também pela dificuldade de se isolar o bacilo em cultura. Considerando a baixa sensibilidade do exame microbiológico, não é incomum que a partir do quadro clínico e epidemiologia seja necessário iniciar o tratamento de forma empírica.

Objetivos

Objetivo: Relatar um caso clínico no qual a tuberculose com acometimento osteoarticular foi tratada de forma empírica, após exclusão de outros diagnósticos diferenciais em um paciente com abscesso cervical.

Delineamento e Métodos

Relato de Caso: Paciente do sexo masculino, 67 anos, agricultor, hipertenso, dislipidêmico e diabético, foi admitido com história de massa em região cervical direita associado a perda de 15 kg e febre há um mês. Relatava que a febre se iniciou um dia após ter realizado biópsia prostática e que posteriormente surgiu a massa cervical.
Exame do aparelho respiratório, cardiovascular e abdominal sem alterações, exceto por dor à palpação em região esternal.
Exames laboratoriais evidenciaram Hb=9,0 (VR:13,5) Hto=27,4% (VR:45%) Leucócitos=6670 PCR de 47,8. Ultrassonografia da região cervical mostrou uma formação tecidual anômala, profunda, de contornos mal-definidos, notando-se perda de planos de clivagem com estruturas adjacentes e medindo 10,8x4,7x2,0cm. Realizada tomografia de tórax que evidenciou erosões ósseas em articulações com focos gasosos no trajeto de esternocleidomastoideo direito, atingindo a articulação esterno-clavicular.

Resultados

Iniciado esquema antimicrobiano empírico com ceftriaxone e clindamicina por seis semanas tendo-se melhora clínica e radiológica parcial. Pelo achado de abscessos frios e a ausência de linfonodomegalias, considerou-se a possibilidade de actinomicose, com associação de doxiciclina ao tratamento. Diante da piora das lesões, realizada punção aspirativa por agulha fina, com citologia mostrando processo inflamatório crônico granulomatoso com células gigantes multinucleadas e necrose. Com ausência de resposta satisfatória e considerando tuberculose no diagnóstico diferencial foi optado por iniciar empiricamente esquema tuberculostático. O paciente evoluiu com regressão da massa cervical, melhora da dor esternal e ganho ponderal.

Conclusões/Considerações finais

Conclusão: É importante considerar o diagnóstico de tuberculose em pacientes com massas cervicais granulomatosas associadas a erosões ósseas que não respondem adequadamente ao tratamento inicial.

Palavras-chave

Palavras-chave:Tuberculose Osteoarticular/ Abscesso / Granuloma

Área

Infectologia

Instituições

Hospital Universitário Oswaldo Cruz - Pernambuco - Brasil

Autores

DANIEL MOREIRA ALMEIDA, Moara Maria Silva Cardozo, André Luiz da Silva Melo Moura, Érica Lima Santos