Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

TROMBOSE EM VEIA PORTA DIREITA DE CAUSA IDIOPATICA

Fundamentação/Introdução

A trombose de veia porta (TVPo) se caracteriza por uma obstrução venosa portal, considerada um sítio atípico. As etiologias são diversas podendo ser causadas por hipercoagulabilidade primárias por deficiência de fatores ou mutações, câncer, doenças mieloproliferativas, hemoglobinopatia paroxística noturna, gravidez, puerpério, uso de anticoncepcional oral combinado (AOC) ou terapia de reposição hormonal, idiopáticas, entre outras. Trata-se de uma doença multifatorial, sendo necessária presença simultânea de mais de um fator de risco.

Objetivos

Descrever trombose da veia porta em paciente de 33 anos, admitida em hospital de referência do Recife.

Delineamento e Métodos

Paciente, 33 anos, sexo feminino, em uso de AOC, tabagista há 20 anos, deu entrada na unidade de referência por apresentar náuseas, vômitos e dor abdominal intensa em região mesogástrica com irradiação para dorso. Ao exame físico, paciente encontrava-se consciente e orientada, eupnéica, normotensa, normocorada, afebril, FC e FR normais e RHA presentes. Foram solicitados inicialmente transaminases, bilirrubinas, amilase, lipase, PCR, tempo de protrombina, hemograma e ultrassonografia de abdome com doppler. Os resultados dos exames revelaram leucocitose com 32.910/mm3 e na USG evidenciou trombo em veia porta direita subagudo, sem outras alterações. No serviço iniciaram Rocefin e metronidazol como medida inicial além da anticoagulação plena com enoxaparina. Evoluiu com melhora clínica e laboratorial. Paciente manteve-se internada para investigação etiológica, realizando exames laboratoriais específicos para as etiologias consideráveis.

Resultados

Após investigação etiológica, os resultados dos exames apresentaram-se negativos para as suspeitas diagnósticas de hemoglobinúria paroxística noturna, coagulopatias e doença mieloproliferativa crônica.

Conclusões/Considerações finais

Concluiu-se então que o evento trombolítico estava associado a exposição prolongada ao AOC e o tabagismo, corroborando com a necessidade de mais pesquisas nesse assunto.

Palavras-chave

Veia porta, Trombose, AOC, Tabagismo.

Área

Clínica Médica Geral

Instituições

Faculdade de Medicina de Olinda - Pernambuco - Brasil, Faculdade Pernambucana de Saúde - Pernambuco - Brasil

Autores

JULIA SIQUEIRA FERNANDES SILVEIRA, Dener Geruso Costa Mascarenhas, Lais Azevedo Brito Jaques, Ana Madalena Leite de Carvalho, Michelle Pereira de Faria e Silva, Joelmir Lucena Veiga da Silva