Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

OXIGENOTERAPIA HIPERBÁRICA COMO ADJUVANTE NO TRATAMENTO DA GANGRENA DE FOURNIER EM PACIENTE DIABÉTICO: RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

A Gangrena de Fournier é uma infecção polimicrobiana causada por bactérias aeróbias e/ou anaeróbias que, de modo sinérgico, culminam em uma fasceíte necrosante grave, afetando, principalmente, as regiões genital, perianal e perineal. Em sua fisiopatologia à medida que ocorre disseminação bacteriana a concentração de oxigênio nos tecidos é reduzida, causando hipóxia e isquemia tecidual, atingindo pele e partes moles. Está associada à alta morbimortalidade, é considerada de pior prognóstico em pacientes imunossuprimidos e a comorbidade predisponente mais citada na literatura é a Diabetes Mellitus.

Objetivos

Evidenciar a possibilidade da aplicação de Oxigenoterapia Hiperbárica (OHB) como adjuvante no tratamento da Gangrena de Fournier em paciente diabético.

Delineamento e Métodos

Descrição do caso

Resultados

Homem, 62 anos, diabético, apresentou cisto pilonidal em região sacral e usou antibioticoterapia (Ceftriaxona 1g, 2x/dia), porém evoluiu com piora da lesão e sepse, necessitando de internamento em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) devido à instabilidade hemodinâmica. Realizou-se desbridamento cirúrgico de regiões ântero-lateral direita, glúteo direito e sacral. Após 40 dias do procedimento apresentou lesões extensas associadas à celulite do dorso até região lateral, posterior da coxa direita. Então, realizou-se novo desbridamento, reaproximação de bordas do ferimento da coxa, além de cuidados com curativos diários com Alginato de Cálcio e Gel de Biguanida e 90 sessões de OHB. Obteve boa resposta ao tratamento, as feridas operatórias apresentaram abundante tecido de granulação e ausência de sinais flogísticos. Recebeu alta hospitalar após 94 dias de internamento, e posterior enxertia em região sacral. Atualmente, paciente faz acompanhamento de rotina.

Conclusões/Considerações finais

Uma nova perspectiva no tratamento da Gangrena de Fournier é a OHB como adjuvante, que demonstrou em diversos estudos aumento significativo da sobrevida em até 35%, além de diminuir a extensão do desbridamento e contribuir para resposta eficaz da terapêutica. No relato de caso, observa-se que foi essencial para boa cicatrização dos tecidos moles e reversão do quadro de recidiva em paciente idoso e diabético.

Palavras-chave

Gangrena de Fournier; Diabetes Mellitus; Oxigenoterapia Hiperbárica.

Área

Infectologia

Instituições

Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - Rio Grande do Norte - Brasil

Autores

ANA KAROLLYNE SALVIANO FERREIRA DE MELO, Nadjaneyre Linhares Casimiro, Inavan Emerson da Costa Dantas, Danilo Alvarenga Ferreira, Raquel Andrade Dantas, Fabiano Rodrigues Maximimo