Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ERITEMA MULTIFORME SECUNDÁRIA A CHIKUNGUNYA: RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

O eritema multiforme (EM) é um distúrbio imunomediado incomum que se apresenta com lesões cutâneas e/ou em mucosas. Ocorre predominantemente em adultos jovens, com uma ligeira preponderância feminina e sem predileção racial. É uma condição que pode ser induzida por vários fatores, entretanto, é mais comumente causada pela infecção pelo vírus do herpes simplex (HSV) e medicamentosa. A Chikungunya é uma doença endêmica no Brasil. Os principais sintomas são poliartralgia e febre.

Objetivos

Relatar o caso de apresentação incomum de eritema multiforme causada por chikungunya.

Delineamento e Métodos

Relato de Caso para descrever sobre caso de Eritema multiforme

Resultados

Indivíduo, sexo feminino, 43 anos, sem comorbidades prévias. Procurou serviço de emergência apresentando história de vesículas e bolhas pruriginosas de conteúdo hialino e de base eritematosa. As lesões inicialmente acometiam somente membros superiores e região cervical. Após 2 dias, lesões progrediram para placas eritemato-violáceas, artrite de tornozelos e punhos e febre. Concomitante ao início do quadro a paciente apresentou astenia, mialgia, hiperemia ocular, dor retro-orbitária, artralgia, edema articular e rigidez matinal. Evoluiu com vesículas e bolhas de conteúdo hialino e de base eritematosa também em mucosa oral e língua, realizado avaliação clínica e exames laboratoriais com leucocitose e leve aumento de transaminases hepáticas, optou-se por iniciar ceftriaxona e internamento hospitalar para investigação clínica. Negava uso de medicações no últimos 02 meses. Recebeu o diagnóstico de Eritema Multiforme devido a características das lesões. Foram solicitados exames complementares para rastreio infeccioso, sorologias virais, culturas e provas de doenças auto-imunes. A leucocitose estava em regressão e PCR em nível baixo. Resultados laboratoriais indicaram Chikungunya IgM reagente e IgG não reagente, demais resultados negativos.

Conclusões/Considerações finais

Uma variedade de fatores tem sido implicada na patogênese do Eritema Multiforme. O distúrbio é mais comumente induzido por infecção, sendo o vírus herpes simplex mais frequente. O caso relatado coloca in voga a possibilidade de uma doença como a chikungunya desencadear o eritema multiforme. Deve-se suspeitar do diagnóstico de infecção pelo vírus chikungunya em pacientes que tem epidemiologia positiva e que desenvolvem os sintomas agudos iniciais de febre e poliartralgia. Esse trabalho reconhece a necessidade de mais estudos e investigações mais detalhadas para discernimento dessa relação causal.

Palavras-chave

Eritema multiforme, Chikungunya, Arbovirose

Área

Dermatologia

Instituições

Hospital Santo Amaro - Pernambuco - Brasil

Autores

LUISA VIOLET JATOBA ROMEIRA, Erica Letícia Granja Macedo, Ellen Andrade Maciel, Evandro Cabral de Brito