Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL HEMORRÁGICO(AVCh) CURSANDO COM SÍNDROME CEREBRAL PERDEDORA DE SAL (SCPS) EM PACIENTE COM LEUCEMIA LINFOIDE AGUDA(LLA): RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

SCPS é definida como uma perda renal de sódio, durante doença intracraniana, levando a hiponatremia e diminuição do volume do líquido extravascular. Há uma escassez de estudos sobre as complicações decorrentes de eventos cerebrais hemorrágicos no paciente com LLA, principalmente quando se refere a SCPS, entidade ainda obscura para muitos profissionais da saúde .

Objetivos

Relatar um de caso de paciente com LLA que evoluiu com AVCh com lesão neurológica apresentando repercussão no sistema nervoso através da SCPS

Delineamento e Métodos

Paciente do sexo feminino ,de 33 anos, foi encaminhada ao serviço especializado de hematologia, com queixa de petéquias disseminadas em tronco e membros, astenia progressiva, além de dor em MMII. Dados laboratoriais evidenciavam pancitopenia além de exame citomorfológico de sangue periférico com presença de 60% de células blásticas, confirmado posteriormente pela imunofenotipagem de aspirado de medula óssea indicativa de LLA . Após o início do tratamento quimioterápico, a paciente apresentou episódios de crise convulsiva tônico-clônica generalizada que se repetiram nos dois dias que se seguiram, além de referir intensa parestesia em membros superiores e cefaleia, sendo encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Exames de imagem demonstraram hemorragia frontal direita heterogênea compatível com AVCh, e trombose de seio sagital, constatando-se aumento do hematoma frontal com desvio das estruturas centromedianas. Posteriormente, apresentou débito urinário elevado (6.500 mL/24 hs) com polidipsia intensa, além de hiponatremia 125( VR 135 a 145), hipouricemia 1,5( VR 2,5 a 5,4) e creatinina diminuída 0,5( VR 0,6 a 1,2), concentração de sódio urinário e osmolaridade urinária elevadas, evoluindo com desidratação (+++/4+) e instabilidade hemodinâmica, estabelecendo-se o diagnóstico de SCPS. Após intervenção com flourcortisona e reposição hidroeletrolítica, a paciente apresentou melhora do quadro de SCPS progredindo sem sequelas neurológicas. Atualmente, segue em tratamento quimioterápico

Resultados

Vide delineamento e métodos por ser um relato de caso

Conclusões/Considerações finais

O correto diagnóstico clínico e laboratorial levou a uma intervenção precoce e segura. O conhecimento dessa entidade clínica possibilitou o tratamento específico e desfecho favorável ao paciente.

Palavras-chave

Leucemia Aguda; Acidente Vascular Cerebral; Síndrome Cerebral Perdedora de Sal

Área

Oncologia

Instituições

Liga Norte Riograndense Contra o Câncer - Rio Grande do Norte - Brasil

Autores

LENO GOES DELGADO DE MEDEIROS, Hugo Henrique de Freitas, Geraldo Barroso Cavalcanti Junior