Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PERFIL DE DOADORES DE SANGUE NO CURSO DE MEDICINA EM UMA UNIVERSIDADE NO INTERIOR DA BAHIA

Fundamentação/Introdução

Nas últimas décadas, houve o aumento na demanda por hemoderivados pelos serviços de saúde. No Brasil, estima-se que cerca de 1,8% da população seja doadora de sangue, índice abaixo do recomendado que é 5%. Uma pesquisa realizada em 2008 entre os estudantes de medicina da Universidade Federal de Santa Catarina mostrou que cerca de 39% dos estudantes doaram sangue ao menos uma vez, sendo que 16% havia doado no período de um ano antecedendo o estudo.

Objetivos

Descrever o perfil de doação de sangue entre os estudantes de medicina de uma universidade no interior da Bahia.

Delineamento e Métodos

Trata-se de um estudo descritivo e retrospectivo, de abordagem quantitativa cuja fonte de dados foi um formulário online da Plataforma formulários Google, direcionado a estudantes do primeiro ao sexto ano de medicina de uma Universidade Pública da Bahia. 105 estudantes participaram da pesquisa.

Resultados

Dentre os 105 participantes da pesquisa 32, 4% já doaram sangue, 4% já precisaram da doação de sangue e 35,2% tem um familiar que já precisou de doação. Entre os doadores quase 44% afirmam que os conhecimentos adquiridos na graduação influenciaram tal conduta e 97% afirmam que doariam novamente.No que se refere aos motivos que levaram a doação de sangue destacam-se campanhas na universidade (41%) e vontade de ajudar um familiar ou amigo (29,4%). A maioria dos doadores são do sexo feminino (58%).

Conclusões/Considerações finais

Diante disso evidencia-se os percentuais de doação entre universitários maiores do que os da população geral, revelando o ambiente universitário como propagador de boas condutas. Além disso percebe-se a necessidade ou vontade de ajudar um familiar como importante fator influenciador. As mulheres se sobressaem no percentual de doação, diferente dos percentuais nacionais em que os homens correspondem a 60%.

Palavras-chave

Doação de sangue; Perfil de doadores; Estudantes.

Área

Hematologia

Instituições

Universidade Estadual de Feira de Santana - Bahia - Brasil

Autores

JHOYCE MICHAELLE DA COSTA OLIVEIRA