Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

SÍNDROME DE FOURNIER. RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

Síndrome de Fournier, ou Gangrena de Fournier, é uma infecção polimicrobiana causada por bactérias aeróbias e anaeróbias, que levam a uma fasceite necrosante sinérgica, que acomete, principalmente, região perianal, genital e perineal. Nesta doença ocorre trombose vascular subcutânea e necrose dos tecidos, decorrente da ação das bactérias e da isquemia local.
As manifestações clínicas incluem dor, eritema, edema e necrose das regiões acometidas, associadas a febre e calafrios, que podem evoluir ou se apresentar diretamente como sepse. Pode ser idiopática ou associada a fatores como diabetes mellitus, alcoolismo, hipertensão arterial, obesidade, trauma mecânico, procedimentos cirúrgicos, pacientes imunossuprimidos e infecções do trato urinário.
O diagnóstico da Síndrome de Fournier é basicamente clínico. O tratamento é cirúrgico e visa remoção dos tecidos desvitalizados e interromper a progressão do processo infeccioso.

Objetivos

Relatar um caso de importância clínica da Síndrome de Fournier

Delineamento e Métodos

Paciente do sexo masculino, 36 anos, casado, autônomo, ex-tabagista, natural de Alegrete - RS, residente e procedente Caruaru - PE, portador de diabetes mellitus tipo 2, hipertensão arterial e obesidade. Apresentando há 5 dias dor intensa em nodulações, de coloração avermelhada e com prurido em região inguino-escrotal, associada à febre alta, intermitente, diária e acompanhada de calafrios. Há 25 dias o paciente afirma que começou a sentir uma nodulação na região inguinal, com o passar do tempo essa nodulação aumentou de tamanho, ficou mais dolorosa e avermelhada.

Resultados

Paciente foi submetido a cirurgia para ressecção do tecido desvitalizado e drenagem do nódulo, foi iniciado também tratamento antibacteriano com Piperacilia+Tazobactan 12g+1,5g por dia e Vancomicina 2g por dia, durante 28 dias, interrompida quando ocorreu melhora clínica e laboratorial. O curativo das lesões foi feito diariamente, no 40º dia paciente teve alta hospitalar.

Conclusões/Considerações finais

A maioria dos casos presentes na literatura são de homens entre 30 e 50 anos. Apesar de tratamento cirúrgico imediato a mortalidade permanece elevada 30% a 50%, aumentando para até 80% em diabéticos e idosos.. O paciente apresentava diabetes mellitus, hipertensão arterial e obesidade, o diagnóstico precoce, associado ao rápido tratamento cirúrgico, possibilitou uma ótima evolução clínica do paciente. O esquema antibiótico mais recomendado é penicilina benzatina/amoxicilina, metronidazol/clindamicina e cefalosporinas de terceira geração/aminoglicosídeos.

Palavras-chave

Necrose; Gangrena de Fournier; Sepse.

Área

Clínica Médica Geral

Instituições

UFPE - Pernambuco - Brasil

Autores

IGOR DANIEL BARRETO BARBOSA SANTOS, José Kledson Cordieiro Silva, José Marcos Florentino Gomes Silva, Jonas Daniel Pires Abrantes Formiga, Gabriela Neves Amorim