Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

REPERCUSSÕES ENDÓCRINAS DECORRENTES DOS ÉTERES DIFENÍLICOS POLIBROMADOS

Fundamentação/Introdução

Os éteres difenílicos polibromados (PBDE) são retardantes de chama utilizados em itens comerciais (mobília, vestuário e eletrônicos, como exemplo) entretanto, devido sua alta interação com polímeros e deposição ambiental o torna um poluente orgânico persistente (POP). A comunidade médica tem dado especial atenção ao tema, visto que, epidemiologicamente, há a possibilidade do PBDE estar relacionado ao aparecimento de câncer e outras moléstias.

Objetivos

Descrever os possíveis efeitos endócrinos da exposição ao PBDE.

Delineamento e Métodos

Foi realizada uma revisão de literatura indexada na base de dados PubMed/MEDLINE pelo uso dos descritores específicos de “Thyroid Cancer” AND “Polybrominated diphenyl ethers”, coletando-se todos os artigos publicados no período de 2002 a 2019, totalizando 26 artigos.

Resultados

O PBDE e seus metabólitos compartilham estrutura química semelhante aos hormônios tireoidianos T3 e T4, competindo com eles pelas proteínas de transporte e sítios de ligação nos receptores de membrana das células da tireoide, permitindo que a substância se transmita verticalmente de mãe para filho. O desenvolvimento cortical do ser humano é estritamente dependente dos hormônios tireoidianos, sendo a exposição ao PBDE perigosa para o desenvolvimento infantil. Esse mimetismo compromete o eixo hipotálamo-pituitária-tireoide, resultando em down-regulation do hormônio tireoestimulante (TSH). O contato com o PBDE pode estar ligado a alterações da tireoglobulina sérica, e correlacionar-se com Doença de Graves. Há ainda a grande interação entre o PBDE e receptores hormonais, existindo evidências de que pode haver efeitos reprodutivos e tireoidianos. Em estudos com camundongos, demonstrou-se que o PBDE causava tumores na tireoide e no fígado destes animais, apesar do fator carcinogênico não ser certo para humanos e outros animais. Alguns tipos de PBDE podem também suprimir a aparição de neurotransmissores dopaminérgicos e colinérgicos das células PC12, importante à neurodiferenciação.

Conclusões/Considerações finais

Percebem-se interferências da substância em diversos pontos fundamentais à função fisiológica do ser humano, porém, os estudos ainda são inconclusivos quanto às consequências concretas para a exposição em longo prazo em adultos, sendo necessária atenção especial ao tema. Por outro lado, a toxicidade presente no PBDE o torna um composto de risco para o desenvolvimento neurológico intrauterino.

Área

Endocrinologia

Instituições

Universidade Potiguar - Rio Grande do Norte - Brasil

Autores

BERNARDO ROSADO NEGREIROS GADELHA SIMAS, Ricardo Andre Medeiros Negreiros, Victor José Negreiros de Sá Rosado, Tayla Cristina Lopes, Glaudir Donato Pinto Júnior, Viviane Rosado Negreiros d'Assunção