Congresso Norte-Nordeste de Clínica Médica e Medicina de Urgência e Emergência

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

LEUCEMIA-LINFOMA DE CÉLULAS- T DO ADULTO ASSOCIADO AO VÍRUS LINFOTRÓPICO HUMANO: UM RELATO DE CASO

Fundamentação/Introdução

INTRODUÇÃO:
A leucemia-linfoma de células T do adulto é uma neoplasia de linfócitos T maduros, associada à infecção pelo vírus linfotrópico de células T humanas do tipo I (HTLV-I). O HTLV-I é um retrovírus que infecta de 10 a 20 milhões de pessoas em todo o mundo, mas está associado à doença em apenas 5% dos indivíduos. A maioria dos pacientes permanece assintomática, podendo evoluir para casos graves.

Objetivos

OBJETIVO:
O presente relato tem como objetivo informar o diagnóstico e apresentação clínica de um caso de linfoma de células T do adulto associado ao HTLV-1.

Delineamento e Métodos

RELATO DE CASO:
F.A.A.C, sexo masculino, 67 anos. Há 15 dias relata queixa de astenia de início insidioso, perda ponderal de 10kg, associado a prurido difuso. O exame físico revelou um linfonodo palpável em cadeia supraclavicular direita com cerca de 1cm de diâmetro, indolor, hepatomegalia de 6cm abaixo do rebordo costal e traube ocupado. Realizou hemograma, com: leucocitose de 53.000 / mm3 e predomínio linfocitário, hipercalcemia assintomática, desidrogenase láctica e fosfatase alcalina elevadas.

Resultados

Feito mielograma com medula óssea hipercelular às custas da série granulocítica com 10% de linfócitos, apresentando uma relação granulocítica/eritrocitária- 10:1. Imunofenotipagem por citometria de fluxo do sangue periférico mostrou a presença CD 44: 99%, CD 18: 99%, CD 25/3: 75, na região correspondente às células mononucleares totais observa-se predomínio de células T CD4+ maduras de natureza monoclonais com fenótipo aberrante. Sorologias por quimioluminescência para HTLV 1 e 2 realizadas e positivas. Evoluiu hemodinamicamente estável, com o surgimento de delirium hiperativo, desorientação temporo-espacial e lesões eritrodérmicas em tronco, membros superiores e inferiores, sendo encaminhado para realização de tratamento direcionado com quimioterapia.

Conclusões/Considerações finais

CONCLUSÃO:
O caso relatado demonstra a importância do diagnóstico dessa patologia diante de variadas abordagens clínicas e exames de triagem confirmatória para a infecção pelo HTLV-1 e 2. Ademais, chama a atenção devido ao longo período entre o início da sintomatologia clínica e o diagnóstico definitivo. Além de evidenciar a vulnerabilidade do sistema epidemiológico em identificar casos de linfoma HTLV-1.

Palavras-chave

Linfoma; Anticorpos Antideltaretrovirus; Vírus Linfotrópico T Tipo 1 Humano

Área

Oncologia

Instituições

Hospital Central Coronel Pedro Germano - Rio Grande do Norte - Brasil, Universidade Potiguar - Rio Grande do Norte - Brasil

Autores

LUCAS PEREIRA LEITE, Antônio Fernando Coelho Junior Junior, Gabriela Dias Cavalcanti Cavalcanti, Arthur Carlos da Costa Costa, Felipe de Faria Uchoa Uchoa, Amadja da Mascena e Silva Santos Santos